Nossas capas de disco são feitas manualmente, uma a uma, com papelão reutilizado. O projeto gráfico foi criado pelo artista plástico Rafael Gentile a partir da técnica do estêncil, que utiliza tinta spray sobre uma superfície vazada. O resultado são capas exclusivas e numeradas, totalmente artesanais.

A inspiração do projeto foi o coletivo Dulcineia Catadora, com sede atual na CooperGlicério, com coordenação de Lucia Rosa, que cria e publica livros com capas de papelão pintados por catadoras de material reciclado. O poeta arrudA teve o livro "23 poemas de arrudA" publicado pela Dulcineia Catadora. E nosso primeiro álbum dedica a canção "Dulcineia" para a  Dulcineia Catadora e para todas as cartoneras da América Latina.